Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2013

Assembleia de Deus e a divisão em Pernambuco (continuação)

Imagem
A Assembleia de Deus no Brasil é uma denominação dividida em vários ministérios, convenções e igrejas independentes. Essas divisões geralmente são fruto de disputas de poder eclesiástico, e causam rivalidades acentuadas. Uma dessas rivalidades ministeriais mais conhecidas é a de Pernambuco, onde os ministérios da AD em Recife e Abreu e Lima encontram-se em agudo desentendimento há alguns anos. Mas como esses ministérios chegaram a esse antagonismo? 
Como vimos em outra postagem, a igreja em Abreu e Lima, até teve em seu passado sua autonomia jurídica, mas a independência em relação ao ministério do Recife foi rechaçada pelas lideranças da capital. Nos anos 50, após crises sucessórias, assume a liderança da AD no Recife e no estado de Pernambuco o pastor José Amaro da Silva. Homem humilde, mas dotado de sabedoria e autoridade, manteve a união das igrejas e consolidou o ministério pernambucano em sua gestão.
Porém, pastor Amaro da Silva sofre de um mal súbito e falece em 1977. Sua morte c…

A Harpa Cristã: a resistência da antiga teologia nas Assembleias de Deus

Imagem
Um conceito interessante no estudo da História é o das temporalidades históricas. Por esse conceito, se entende que, diversos tempos históricos podem conviver no presente, e no mesmo espaço geográfico. Exemplo: agora mesmo no século XXI, em tempos de globalização, verifica-se o uso do trabalho escravo no Brasil, ou constata-se as formas de sobrevivência pré-capitalista no sertão brasileiro, ou nas comunidades indígenas da Amazônia. Moderno e arcaico, novo e antigo, presente e passado, disputam um lugar no sistema de valores das pessoas. Não há portanto, segundo esse conceito, linearidade na história, e sim vários tempos históricos convivendo entre si.
Dentro de uma denominação centenária como as Assembleias de Deus não é diferente. Um dos casos mais emblemáticos é o uso do hinário oficial da denominação: a Harpa Cristã. Com 90 anos de uso, mesmo com algumas modificações e edições ao longo do tempo, ela é a representação máxima da teologia do compromisso e do sofrimento esposadas pelos …

Assembleia de Deus e a divisão em Pernambuco

Imagem
Os estudiosos das Assembleias de Deus sabem que a denominação, ainda que enorme e presente em todo território nacional é fracionada em vários ministérios nem sempre amigos entre si. Um exemplo clássico dessa fragmentação é o ministério de Madureira, o qual devido ao seu expansionismo causou diversas polêmicas entre as lideranças das igrejas da Missão. Desligados da CGADB, hoje Madureira segue realizando seu trabalho sem mais aquelas antigas contestações.
Mas outros casos existem no Brasil a fora. Um dos mais conhecidos é o caso da Assembleia de Deus em Pernambuco. Lá convivem, concorrem e se digladiam os ministérios da AD em Recife e de Abreu e Lima. Mas como a AD no estado pernambuco chegou a esse ponto de possuir dois ministérios antagônicos?

A mensagem pentecostal teria chegado a Pernambuco por intermédio de Adriano Nobre em 1916, porém é com o casal sueco Joel e Signe Carlson que a AD iniciou suas atividades oficiais na capital pernambucana. Da capital se expandiu para o interior e …

A Assembleia de Deus em Joinville: crescimento e expansão na “Manchester Catarinense”

Imagem
Deixo aqui o link para visualização de um artigo escrito pelo autor desse blog para a Azusa Revista de Estudos Pentecostais. O texto, e algumas informações nele contidas já se encontram nesse blog. Porém, aqui o leitor vai encontrar na íntegra a pesquisa realizada. Outros textos sobre o pentecostalismo também estão disponíveis para os pesquisadores e estudantes do movimento pentecostal.

Link - texto sobre a Assembleia de Deus em Joinville http://www.ceeduc.org/pdf/azusa/volume%203/3_mariosergio_de_santana.pdf
Link com textos da Azusa Revista de Estudos Pentecostais. http://www.ceeduc.org/azusa_r_estudos.php